Licença paternidade será maior a partir de agosto

Bebê com o pai: licença paternidade

La conciliação familiar Ainda hoje é uma utopia para mães e pais, mas pequenos passos estão sendo dados para que os pequenos possam desfrutar do seu amor e do seu tempo. Neste sentido, o Governo vai alargar a licença de paternidade para 20 semanas, prolongando-a em quatro semanas face à atual.

É comum que durante os primeiros anos de vida dos filhos seja a mãe quem reduza a jornada de trabalho. E é preciso fazer verdadeiros equilíbrios, tanto físicos como económicos, para conciliar trabalho e vida familiar. Felizmente o licença para nascimento e cuidados infantis (que antes conhecíamos como licença maternidade e paternidade) é ampliada; Saiba em que condições e quando entra em vigor.

O que é licença paternidade e como solicitá-la?

A licença parental e de assistência à infância é uma tipo de licença remunerada concedido ao trabalhador para cuidar de seu filho nos casos de nascimento, adoção ou acolhimento. Esta licença suspende o contrato de trabalho e dá direito ao recebimento de um subsídio económico, conforme regulamentado nos arts. 45.1d e 48 ET, que poderão ser melhorados pelo Acordo Coletivo

Ajude mulheres trabalhadoras

Tanto quem trabalha por conta de outrem como quem trabalha por conta própria são beneficiários desta licença por doença. Contudo, aqueles que desejam solicitar licença maternidade e paternidade Devem estar inscritos na Segurança Social e, consoante o caso, ter efetuado contribuições mínimas se tiverem mais de 21 anos:

  • Entre 21 anos e 26: mínimo de 90 dias de contribuições nos 7 anos anteriores ao saque ou, alternativamente, 180 dias de contribuições na sua vida profissional anterior a essa data.
  • Mais de 26 anos: 180 dias de contribuições nos 7 anos anteriores ao saque ou, alternativamente, 360 dias de contribuições na sua vida profissional anterior a essa data.

Como já mencionamos, o Estatuto do Trabalhador (ET) ou Estatuto Básico do Servidor Público (EBEP), reconhece essa permissão quando ocorre o nascimento, mas também nos casos de adoção, guarda para fins de adoção e acolhimento de menor, desde que, neste último caso, a sua duração não seja inferior a um ano, e diga respeito a menores com menos de 6 anos.

Em qualquer caso, a solicitação pode ser feita pela Internet com identificação segura: acessando o portal “Sua Segurança Social” identificando-se com um certificado digital, DNIe. Ou se for mais fácil para você, através deste link: sua segurança social.

Truques para eliminar gases em bebês

Quanto tempo dura a licença de nascimento?

Benefício da Previdência Social “para o nascimento e cuidado do menor”, que substituiu o que era tradicionalmente conhecido como “licença maternidade” e “licença paternidade” igualou os direitos entre homens e mulheres no local de trabalho, dando origem a um benefício único e indistinto que se aplica igualmente a ambos os sexos.

Esse benefício único Atualmente são 16 semanas., embora em breve, como já antecipamos, será aumentado para 20 semanas. Atualmente este número de semanas está distribuído da seguinte forma:


  • 6 semanas obrigatórias: após o parto é obrigatória a frequência mínima de 6 semanas ininterruptas e a tempo inteiro. A mãe pode adiantar essa autorização até 4 semanas antes da data do parto.
  • Faltam 10 semanas: As restantes 10 semanas podem ser gozadas em períodos semanais, de forma contínua ou descontínua, nos 12 meses seguintes ao nascimento ou à resolução judicial ou administrativa de adoção, guarda ou acolhimento.

Quando as mudanças entrarem em vigor

Embora ainda não haja uma data exacta para esta ampliação, o Governo garantiu que o Direito da Família verá a luz do dia em 2024 e que pretende aprová-lo no mais curto espaço de tempo possível, fixando o prazo de 2 de agosto de 2024. A par da prorrogação da autorização de nascimento, serão também incluídos outros direitos para o cuidado de menores, como uma nova autorização que permite aos pais cuidar dos seus filhos até aos oito anos de idade.


Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.