Você sabia que a linha alba já estava lá antes de você engravidar?

Dizem que as cicatrizes das crianças são pequenas "marcas de guerra", vestígios que elas viveram e se divertiram muito. Quem não mostrou uma velha cicatriz daquela árvore que subiram quando tinham cinco ou seis anos? Ou aquelas costuras transparentes que mostram que em algum momento alguém teve que ser atendido com urgência na guarda médica após um acidente doméstico enquanto jogava? As protuberâncias e cicatrizes fazem parte da fase da vida infantil e algo semelhante acontece com a gravidez. Quem diz que a gravidez não deixa rastros está enganado.

De uma forma ou de outra, cada mulher dá conta do registro que ficou em seu corpo depois de ter abrigado um bebê em seu ventre. Pegadas podem ser invisíveis para pessoas de fora. Mas não para nós, que sabemos como era nosso corpo antes desses nove meses e como está agora. Há casos em que os traços são internos e aparecem na forma de problemas de circulação ou dores na cintura. Em outros casos, eles são externos e visíveis. Pode ser qualquer coisa, desde o aumento da celulite até uma barriga flácida e protuberante. Ou seios caídos após a amamentação, aos quais se soma a pele mais fina da região. A gravidez revoluciona o corpo, com sua carga hormonal e com tudo o que implica carregar um bebê no útero por tantos meses.

E testemunha dessa passagem são os vestígios no corpo. Muitas mulheres sofrem de varizes ou vasinhos porque a circulação fica mais lenta, algo que dificilmente pode ser revertido quando aparecem. Em outros casos, os problemas aparecem na forma de estrias ou flacidez, principalmente na região do abdômen e apesar dos muitos cremes que foram usados ​​durante a gravidez para preveni-los. E há também a linha alba… que já existia antes de você engravidar, mas agora é uma das grandes testemunhas de que aquele corpo abrigou uma vida.

qual é a linha do amanhecer

A linha alba também é conhecida como linha nigra e é, como a palavra diz, uma linha que pode aparecer durante a gravidez. Isso não acontece no caso de todas as mulheres, mas a gravidez é um sintoma muito frequente. É uma linha escura que percorre a barriga da mulher, do umbigo ao púbis. Conforme a gravidez avança, muitas mulheres vão descobrindo essa linha que aparece do nada e fica lá por algum tempo após o parto.

A que se deve sua aparência? O mais curioso sobre este assunto é que a linha alba é que não é uma marca de gravidez, mas sim uma linha que todas as mulheres têm, mas que começa a ser delineada durante a gravidez. À medida que a barriga cresce e a pele estica, você pode notar essa linha que é mais escura do que o resto da pele. Uma das grandes curiosidades é que a maioria das pessoas acredita que a linha alba é marrom. No entanto, não é assim.

É uma linha branca com uma condição fibrosa que vai do púbis ao umbigo e que em algumas gestações emerge na luz tornando-se marrom. Mas essa linha já estava no corpo antes dela. Outra das curiosidades da linha alba é que nem todas as mulheres aparecem durante a gravidez. Embora haja uma grande porcentagem de mulheres em que essa linha muda de cor e se torna visível, nem sempre isso acontece. Como em todos os sintomas relacionados à gravidez e alterações hormonais, há momentos em que eles podem aparecer, enquanto em outros casos não.

Uma curiosidade do caso? Como se sabe, entre os mitos da gravidez há um relacionado à linha alba. Há quem acredite que a linha alba na gravidez permite prever o sexo do bebê. Como é este? Bem, longe da revolução hormonal, a forma e o comprimento da linha indicariam se um menino ou uma menina está sendo esperado. Assim, se a linha alba se eleva acima do umbigo, o bebê é menino, e se, ao contrário, não atinge o umbigo da mãe, será menina. Pouco se sabe sobre quanta verdade há nesses mitos, mas mesmo assim, há quem opte por acreditar e analisar o formato da linha alba para antecipar os mistérios da vida. E o que você pensa sobre isso? Você acredita nesses mitos populares?

Hormônios e pigmentação

Quando a linha alba aparece em uma mulher, não deve haver problema, pois é comum que ela permaneça visível até depois do parto. Pouco a pouco, e à medida que os hormônios voltam aos níveis normais antes da gravidez, vão perdendo a cor até desaparecer. Isso porque são essas alterações hormonais que causam essa alteração na pigmentação que faz com que uma linha até então invisível comece a ser vista. La pigmentación puede verse afectada en diferentes partes del cuerpo como consecuencia de los cambios hormonales y la línea alba es una de ellas pero también es común que aparezcan manchas en el rostro y por eso es recomendable no exponerse al sol para que estas no permanezcan luego de dar a luz.

Existem dois hormônios que ocupam o centro das mudanças na derme: a progesterona e o estrogênio, ou seja, os dois hormônios que mais lutam durante a gravidez. Esses hormônios estimulam a produção de melanina, o que faz com que a pele fique mais pigmentada. E isso acontece principalmente no primeiro trimestre da gravidez, quando os níveis de progesterona estão altos, causando um aumento da temperatura corporal. Embora o corpo seja um relógio suíço durante estes nove meses e tudo tenha uma razão de ser, a verdade é que este aumento hormonal deixa alguns vestígios que depois demoram algum tempo a ultrapassar. Felizmente, no caso da linha alba, com o tempo não haverá vestígios.

Nos casos mais comuns, apenas uma mudança na cor dessa linha será registrada, mas há momentos em que alguns pelos também podem aparecer devido à alta presença de andrógenos, outros hormônios associados à gravidez que estão muito presentes nos homens. Não há necessidade de se preocupar porque, assim como a linha, o cabelo também desaparecerá após o parto e quando os hormônios voltarem aos seus níveis normais e o corpo se estabilizar.

No momento em que aparece

Vejamos agora alguns detalhes adicionais: embora a linha alba ou linha nigra comece no púbis, sua extensão não é exata. Há casos em que termina no umbigo enquanto em outros pode continuar até um pouco mais alto e atingir a área do diafragma. O melhor conselho, se aparecer, é passar pela gravidez como se ela não estivesse lá, porque não há do que se envergonhar, independentemente da extensão dela. Apenas um campo de coloração que foi modificado por um curto período de tempo.

Lembre-se também que não há um tempo exato para o seu aparecimento, este é outro ponto onde pode haver diferenças. Em algumas mulheres pode ser visto já no final do terceiro mês e em outras apenas no quarto mês e quando a barriga fica maior e a pele começa a esticar cada vez mais. Em geral, estima-se que a linha alba apareça no segundo trimestre, mais precisamente entre o quarto e o sexto mês. O que é natural durante a gravidez são essas pequenas variações mas se as vivemos como parte da vida porque, justamente, estamos gestando a vida e nada pode ser planejado ao milímetro quando falamos de gestação...

Por fim, se você estiver dentro do percentual de mulheres para as quais essa linha aparece durante a gravidez, lembre-se de que as alterações na derme podem ser muito variadas e se apresentar de várias maneiras. Embora existam mulheres que neguem essa linha, há outras que sofrem com outros tipos de alterações na pigmentação, como aparecimento de sardas, cloasma, alteração na cor das aréolas, manchas no rosto, etc. No caso da linha nigra, pode ser mais pronunciada em mulheres de pele escura devido à maior presença de melanina. Além do fator estético, o mais importante é que não deixe vestígios a longo prazo.

Como remover a linha branca

E se você está preocupado com o traço que pode ficar e não confia nas estatísticas que indicam que não há traço da linha alba, saiba que pode incorporar alguns hábitos para evitar que a pigmentação seja exagerada. A primeira coisa é cuidar do sol e usar um protetor solar de tela cheia para evitar a exposição ao sol e assim evitar pigmentação exagerada na linha alba. Por outro lado, recomenda-se proteger a pele da radiação solar durante a gravidez. Como você sabe, é importante sempre cuidar da pele da radiação solar para não danificar a derme, tenha sempre à mão um creme com fator de proteção, principalmente nos dias de radiação muito intensa e nas estações mais quentes desde então usamos menos roupas que nos cobrem.

Por outro lado, uma alimentação saudável também é importante; com presença abundante de alimentos de origem vegetal, e principalmente que são ricos em ácido fólico. Esta vitamina também ajuda a controlar a pigmentação, por isso é ideal ter em conta. Quais alimentos contêm ácido fólico? Está presente, por exemplo, em frutas cítricas, vegetais de folhas verdes, cenouras, brócolis e muitos outros vegetais. Como você sabe, uma boa hidratação também é muito importante e a água sempre ajuda. Apontar para uma ingestão abundante de água não inferior a 2 a 3 litros por dia para ajudar a pele a ficar elástica e que não haja marcas na pele.

Dicas para cuidar de você

Mas o mais importante é saber que, embora para algumas mulheres seja uma linha feia, não apresenta riscos para a mãe nem para o bebê. Isso significa que não há necessidade de se preocupar com a saúde de ambos, basta ter um pouco de paciência e esperar que os hormônios diminuam e retornem aos níveis pré-gravidez.

Por fim, lembre-se dessas dicas e mantenha-as sempre em mente:

  • A linha branca é uma marca cuja aparência não pode ser evitada nesta fase, portanto evite usar cremes clareadores ou qualquer produto que vise eliminá-la.
  • Após o parto e quando os níveis hormonais estiverem regularizados, a linha e o excesso de cabelo desaparecerão sem deixar vestígios.
  • Use protetores solares ao tomar sol para minimizá-lo e evitar que escureça.
  • Use sempre protetor solar, principalmente durante as horas de máxima intensidade solar e se a área estiver diretamente exposta.

Lembre-se como sempre falamos, que se notar algo estranho ou que chame sua atenção deve marcar uma consulta com seu médico de confiança. Embora seja improvável, ele é quem poderá verificar você para garantir que tudo esteja funcionando bem.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.