Autocontrole: ajudando as crianças a controlar seus impulsos

garota com ataque de raiva

Falta de controle de impulso é a raiz de muitos problemas de comportamento. Sem uma intervenção adequada, os comportamentos impulsivos tendem a piorar com o tempo. Por exemplo, crianças impulsivas de 6 anos podem atacar quando não conseguem o que querem, enquanto um adolescente pode compartilhar conteúdo impróprio online sem pensar nas consequências. Por isso, ajudar os filhos a controlar seus impulsos é tarefa prioritária dos pais.

A boa notícia é que eles podem aprender novas habilidades para melhorar o controle dos impulsos à medida que envelhecem. E quanto mais autocontrole eles ganham, menos provável que façam ou digam algo que possa prejudicar os outros ou a si próprios. O que mais, essas habilidades serão muito úteis ao longo de sua vida.

Maneiras de ajudar as crianças a controlar seus impulsos

Vamos ver algumas estratégias para ajudar as crianças para controlar seus impulsos.

Ensine seu filho a rotular seus sentimentos

Crianças que não entendem suas emoções têm maior probabilidade de ser impulsivas. Uma criança que não pode dizer que está com raiva, expressa essa emoção de forma agressiva. Ou uma criança que não consegue verbalizar que está triste, sua reação será jogar-se no chão para chorar e gritar. Portanto, o objetivo é ensiná-lo a reconhecer seus sentimentos para que possa expressá-los verbalmente, em vez de ações desproporcionais.

Converse com seus filhos sobre emoções básicas como raiva, tristeza ou medo. Mostre a eles as diferenças entre um e outro. Você pode usar livros ou filmes para ajudá-los a entender. O mais importante é que saibam que não há problema em ficar com raiva, mas não em bater em coisas ou pessoas. E esse sentimento de tristeza ou medo são emoções igualmente normais. Quando são capazes de nomear suas emoções, é menos provável que se deixem levar por seus impulsos.

criança enojada

Peça às crianças que repitam as instruções para ajudá-las a controlar seus impulsos.

As crianças geralmente se comportam impulsivamente porque não ouvem o que é pedido a elas. Eles provavelmente começarão a trabalhar antes de você terminar de pedir o que deseja, sem nem mesmo saber o que deseja que eles façam. Faça-os repetir o que você disse a eles, é uma forma de garantir que você recebeu atenção. Assim que puderem repetir o que você disse, eles podem começar a trabalhar.

É claro que, se eles não puderem repetir o que você lhes pediu, é altamente improvável que sejam capazes de fazê-lo. Eles farão outra coisa. Portanto, ao certificar-se de que eles o ouviram, você fará com que parem por um momento para prestar atenção. Parar e ouvir é importante para controlar seus impulsos.

Ensine-os a resolver problemas

Incentive habilidades de resolução de problemas é uma das técnicas mais eficazes para controle de impulso. Ensinar às crianças que um problema pode ser resolvido de diferentes maneiras mostra-lhes como é importante avaliar as diferentes possibilidades antes de agir. Portanto, coloque um problema para seus filhos e incentive-os a pensar em pelo menos cinco maneiras possíveis de resolvê-lo. Depois de identificar as soluções, ajude-os a pensar na solução mais eficaz e colocá-la em ação.

Com prática, eles vão se acostumar a pensar antes de agir e isso irá reduzir sua impulsividade. Ao iniciar essa estratégia como um jogo, eles adquirirão o hábito de pensar sobre as situações antes de enfrentá-las. Esta habilidade, sem dúvida, provará ser extremamente útil para o seu futuro, tanto acadêmica quanto profissionalmente.

Ensine às crianças habilidades de controle da raiva

A baixa tolerância à frustração pode levar a explosões de impulsividade. Ensinar-lhes estratégias para canalizar essa frustração pode ajudá-los a lidar com suas emoções de maneira mais saudável. Técnicas simples, como respiração profunda ou andar pela casa, podem ajudá-lo a queimar energia e relaxar. A meditação e exercícios físicos também são boas ferramentas para crianças com problemas de controle da raiva.


Você também pode perguntar a eles que coisas ou atividades os fazem se sentir calmos e, a partir das respostas, crie um “kit de calma”. É uma espécie de armário de remédios para quando você sentir que não consegue controlar sua raiva. O objetivo é que eles relaxem com o conteúdo daquele kit de emergência, mas o ideal é ensiná-los a relaxar antes de se meterem em problemas por sua falta de autocontrole.

criança zen no campo

O mais importante é a comunicação e a compreensão

É normal que crianças pequenas sejam fisicamente impulsivas, faz parte da natureza deles. Bater em coisas, pular na cama ou correr e gritar no supermercado são problemas comuns de controle de impulso. Na adolescência, a maioria das crianças já conseguiu controlar seus impulsos, mas ainda podem ser verbalmente impulsivos. Isso trará a eles mais de um problema em seus estudos ou empregos.

Com prática e disciplina constantes, o controle de impulso deve melhorar com o tempo. No entanto, se seus filhos parecem ter mais dificuldades do que outras crianças da mesma idade, é melhor falar com o pediatra. Condições como TDAH Eles podem interferir na capacidade de seus filhos de controlar o comportamento impulsivo. Portanto, é importante que um especialista avalie se seu filho está lutando para desenvolver autocontrole.


Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.