Com que idade os adolescentes podem ir à academia?

Adolescente na academia

Às mães, preocupadas com a saúde e o bem-estar de seus filhos adolescentes, muitas vezes surgem dúvidas quando seus filhos comunicam o desejo de ir à academia. Com que idade os adolescentes podem ir à academia? Que benefícios e perigos isso pode trazer? Todos sabemos que a atividade física é essencial nesta fase de crescimento, mas ouvir recomendações e preocupações nunca é demais.

Com que idade os adolescentes podem começar a frequentar a academia?

Embora existam vozes com opiniões diferentes sobre a idade em que os jovens podem começar a frequentar o ginásio, a maioria concorda que é dos anos 14. Desde que as rotinas sejam inicialmente orientadas por um treinador para adaptar as cargas ao seu peso e idade para evitar lesões.

Em Espanha, os jovens podem frequentar o ginásio a partir dos 16 anos, mas a maioria também aceita maiores de 14 anos, desde que tenham consentimento materno ou paterno para isso. Então, a partir dessa idade, eles poderiam começar a se exercitar em um.

Benefícios de ir à academia

Ir à academia proporciona aos adolescentes uma série de benefícios importantes tanto física quanto emocionalmente, o que pode contribuir para uma vida mais saudável e equilibrada no futuro. Alguns dos mais importantes são:

ginásio

  • Melhora a saúde física. O exercício regular no ginásio ajuda a fortalecer os músculos, a melhorar a resistência cardiovascular e a melhorar a coordenação e o controlo dos movimentos, o que é crucial nesta fase de crescimento e desenvolvimento.
  • Ajuda a manter um peso corporal saudável. Movimentar-se com intensidade moderada pode ajudar a manter um peso saudável e melhorar a composição corporal.
  • Impacto positivo na saúde mental. Praticar esportes libera endorfinas e melhora o humor, o que ajuda a reduzir o estresse e a ansiedade e a evitar a depressão. Além disso, a prática de exercícios físicos ajuda os adolescentes a se sentirem mais confiantes em si mesmos, por terem consciência dos progressos que estão realizando em termos de força, resistência e imagem corporal.
  • Promoção de hábitos saudáveis. É na adolescência que se estabelecem hábitos alimentares e de exercício físico, pelo que a frequência ao ginásio pode promover um estilo de vida ativo e saudável que perdura no tempo. Além de ensinar como resistir e superar momentos de cansaço, mostra que o esforço é recompensado.

É importante lembrar que para que esses benefícios sejam reais é fundamental que a prática de exercícios físicos seja segura e inicialmente sob supervisão de um profissional. Além disso, fica claro pela supervisão dos próprios pais que eles devem estar interessados ​​no progresso e nos sentimentos do filho ou filha para detectar quaisquer problemas.

Perigos da academia

Os benefícios são numerosos, mas também existem certos perigos dos quais devemos estar cientes. Não diretamente associado à academia, mas ao fato de não adaptar os exercícios, utilizar corretamente os equipamentos ou sentir-se pressionado a atingir determinados padrões de beleza ou desempenho físico.

  • Lesões e fadiga. A supervisão é fundamental para que os adolescentes aprendam a usar corretamente os equipamentos e máquinas da academia. Mas também para que não levantem mais peso do que podem suportar com segurança. Caso contrário, existe o risco de sofrer lesões musculares ou articulares.
  • Fadiga. Outro problema pode surgir do overtraining, que pode levar à fadiga crônica e à falta de energia, além de lesões.
  • Distúrbios alimentares ou de imagem corporal. Os adolescentes devem estar conscientes da importância de manter o equilíbrio nos seus treinos e não cair em comportamentos que coloquem em risco a sua saúde física e mental. Em algumas academias, os adolescentes podem se sentir pressionados a atingir determinados objetivos. padrões de beleza ou desempenho físico, o que pode afetar sua autoestima e promover o risco de desenvolver vigorexia, que é uma obsessão patológica com o desenvolvimento de músculos excessivos.
  • Uso de substâncias: Alguns adolescentes podem sentir-se tentados a usar substâncias como esteróides ou suplementos para melhorar o seu desempenho físico, o que pode ser prejudicial para a sua saúde a longo prazo.

Em resumo, para os adolescentes irem à academia fazer exercícios cardiovasculares, flexões ou levantar pesos a partir dos 14 anos é benéfico, desde que o façam com responsabilidade e supervisão. O exercício físico pode proporcionar-lhes benefícios significativos para a sua saúde e bem-estar, mas é fundamental estar informado sobre os possíveis riscos e manter o equilíbrio.


Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.