Métodos de reprodução assistida

Gravidez por reprodução assistida

Você conhece todos os métodos de reprodução assistida? Quando a gravidez não é alcançada, por vários motivos, você tem a alternativa de poder recorrer à reprodução assistida. Hoje em dia é algo bastante frequente e é que não poder ter filhos afeta mais de 15% da população em idade reprodutiva.

Esses tipos de métodos, que vamos mencionar agora, viram sua demanda crescer nos últimos anos. A eficácia das técnicas é um fato e é uma forma de realizar o sonho de ter um bebê quando a natureza nem sempre está do nosso lado. Quer saber mais sobre o assunto?

Métodos de reprodução assistida: inseminação artificial

A inseminação artificial é uma das técnicas menos invasivas e mais simples de realizar. comparado a outros métodos de reprodução assistida. Por esta razão, é uma das primeiras técnicas utilizadas após estudos de fertilidade. Após esses estudos, é necessário que a mulher tenha ambos, ou um tubo permeável e pode ser feito com esperma de doador ou do parceiro. Por cerca de 7 ou 10 dias a mulher tem que estimular os ovários através de uma injeção subcutânea. O processo é controlado por meio de ultrassom para determinar quando será a ovulação. Nesse dia, a amostra de sêmen é depositada em uma cânula e inserida no útero. Você não terá nenhum desconforto e poderá continuar com sua rotina diária. É um procedimento muito simples e a estimulação ovariana costuma ser suave, exceto em alguns casos específicos.

Métodos de reprodução assistida

Fertilização in vitro – FIV

Quando há esterilidade de origem desconhecida, quando a qualidade do sêmen é ruim, tubos bloqueados e várias outras causas, recomenda-se proceder à fertilização in vitro. Em primeiro lugar, haverá também estimulação ovariana, por meio de injeções para que os ovários produzam vários oócitos. Novamente tudo isso será controlado através de ultrassom. Será o ginecologista quem determinará quando ocorrerá a extração dos referidos oócitos, também chamada de punção. Este processo é realizado com sedação, para que o paciente não sinta nenhum desconforto. Em pouco mais de meia hora será realizada a aspiração dos folículos e eles são depositados no laboratório para acompanhar sua evolução e maturação.. Depois disso, eles podem ser transferidos para o útero. Esse procedimento é realizado entre o segundo e o sexto dia após a punção, aproximadamente. A transferência leva apenas alguns minutos e é completamente indolor.

FIV-ICSI

É um dos métodos de reprodução assistida que está listado como uma variante da fertilização in vitro. Porque ao invés de deixar o espermatozóide fecundar o óvulo, de forma mais natural, escolhe-se e insere-se diretamente no dito óvulo. Isso é feito quando há um problema masculino, como um defeito na mobilidade ou morfologia do esperma. Portanto, é uma ajuda mais eficaz para engravidar.

Problemas de fertilidade

doação de óvulos

Chegar à doação de óvulos não é fácil para a grande maioria das mulheres. Mas quando há falhas repetidas em métodos anteriores de reprodução assistida ou baixa reserva ovariana e problemas ou doenças hereditárias, o paciente pode ser encaminhado para este outro tratamento. Para isso, a clínica sempre seleciona um doador anônimo. Hoje existem técnicas muito precisas na hora de escolher a doadora, para que ela tenha características semelhantes às da futura mãe. Depois de passar por um estudo rigoroso, uma fertilização in vitro é realizada. Ou seja, com estimulação ovariana prévia e punção. Depois dela, os oócitos serão fertilizados com o sêmen do parceiro, embora também possa ser de um doador, e transferidos para a futura mãe. Essa técnica permite engravidar sem pensar na idade da mulher, já que os óvulos geralmente são de doadoras jovens. Você já teve que recorrer a algum desses métodos de reprodução?


Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.