O uso de fórceps no parto

O uso de fórceps no parto

O uso de fórceps durante o parto sempre suscitou grande controvérsia. Hoje é um dos instrumentos que ainda são usados ​​para facilitar a remoção do bebê no momento da entrega. Sua funcionalidade ainda é viável, embora ainda existam formas mecânicas que não atendem totalmente às suas expectativas, pois neste caso o feto pode levar a negligência.

algumas entregas necessidade de algum tipo de ajuda mecânica e fórceps foram usados ​​para resolver alguns incidentes. Se for observado que a descida do bebê tem uma boa solvência, nada mecânico será aplicado, mas se o parto for ultrapassado e o momento de expulsão for prolongado, é necessário aplique a pinça, ventosa ou espátula.

Quando o fórceps é usado?

Seu uso é indicado apenas nos casos em que há uma pequena complicação na expulsão do feto durante o parto. Tem a forma de duas grandes conchas que são seguradas como pinças. A ideia é colocar essa estrutura em volta da cabeça do bebê para ajudar a tirá-la. Uma espécie de gel desinfetante e lubrificante será aplicado para que a expulsão total do seu corpo seja muito mais suportável.

Existem várias razões que podem causar esse movimento mecânico. A fase expulsiva pode ser ajudada em vários desses casos:

  • Há entregas que são caras no tempo, depois de empurrar por várias horas torna a ejeção lenta. Em um caso como esse, o trabalho de parto não avança e o bebê já está comprometido. Nessas circunstâncias, não é possível realizar uma cesariana e é necessário que a expulsão seja vaginal.
  • A futura mãe pode estar muito cansada para continuar empurrando, portanto, requer um pouco de ajuda.
  • Há mulheres que também tem um problema de saúde poder empurrar com força e acabar sendo perigoso. Por exemplo, um problema cardíaco.
  • Quando se observa que o bebê pode estar começando a sofrer de baixo suprimento de oxigênio, com batimento cardíaco alterado ou que esteja apresentando sinais de estresse.

O uso de fórceps no parto

Como o fórceps é usado?

o fórceps são a forma alternativa de poder assistir a um parto. Não é necessário usá-lo apenas porque, você pode esperar até o último momento para poder usá-lo com total garantia e necessidade.

Será utilizado quando se observar que o bebê já progrediu o suficiente no canal do parto e atingiu 10 centímetros de dilatação. O feto deve estar completamente encaixado na pelve para que a expulsão possa ser realizada por esse tipo de via.

Mas se acontecer o bebê já está muito baixo, o uso da ventosa é recomendado. É outro mecanismo muito mais suave e macio que oferece a possibilidade de não ferir a cabeça do bebê.

A parte curva do fórceps será colocada sobre a cabeça do bebê. A mãe será solicitada a ajudar a empurrar ao mesmo tempo em que a contração chega, desta forma a expulsão pode ser facilitada muito melhor.

Quando a posição correta for alcançada, a rotação do corpo será completada para adotá-lo para uma saída muito mais viável. Juntamente com a colaboração da contração e do empurrão, a saída pode ser complementada com a força que é praticada com o fórceps.

O uso de fórceps no parto

Há riscos em seu uso?

O uso de fórceps Deve ser usado por um médico experiente. Desta forma, todos os partos vaginais serão seguros com este tipo de técnica, embora alguns riscos possam estar associados.

A mãe lata sofrer lágrimas mais graves na vagina, onde sua recuperação seria mais longa. Junto com esse fato, ela teria problemas para urinar ou defecar após o parto.

No caso de cabeça de bebê pode ser deformado em forma de cone, ou inchar ou machucar. Seria necessário apenas deixá-lo retomar por alguns dias para que sua forma e aparência adquirissem uma forma natural. Os músculos faciais do bebê também podem ser afetados devido à pressão do fórceps sobre os nervos.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.