Teste Pré-Natal Não Invasivo, quando fazer e como interpretar?

mãe grávida

El teste pré-natal não invasivo É um teste com o qual ser capaz de detectar alterações cromossômicas no DNA fetal através do sangue materno. Oferece 99% de confiabilidade e Não oferece risco para a mãe ou para o feto, podendo realizar a partir da 10ª semana de gestação.

Através de uma simples extração de sangue da mãe, o DNA livre circulante no plasma materno pode ser detectado. Assim, por meio de tecnologia de sequenciamento e análise bioinformática avançada, permite saber o sexo do bebê e detectar possíveis anormalidades cromossômicas como trissomia 21 (síndrome de Down), trissomia 13 (síndrome de Patau), trissomia 18 (associada à síndrome de Edwards) e aneuploidias associadas ao par de cromossomos sexuais.

Quando fazer o teste pré-natal não invasivo?

Uma das grandes vantagens do teste pré-natal não invasivo é que ele pode ser realizado entre a 9ª e a 10ª semana de gestação. Nesse momento, deve ser o ginecologista que recomenda a realização do exame e a momento ideal para cada paciente, de acordo com sua história e circunstâncias da gravidez.

teste pré-natal

Além disso, por ser um teste que não afeta nem a mãe nem o feto, pode ser de grande ajuda para qualquer mulher que esteja esperando um bebê, independentemente de ser um feto único ou múltiplo. No entanto, é um teste especialmente recomendado para mulheres cuja idade materna é de 35 anos ou mais, pois, quanto mais velha a mãe, maior o risco de o bebê sofrer de um problema genético. Também é altamente recomendado se a ultrassonografia mostrar suspeita de problemas genéticos no feto, se a mãe já tiver sofrido alterações cromossômicas em outras gestações ou se a mãe já tiver alterações genéticas que possam afetar o feto.

Como interpretar os resultados de um teste pré-natal não invasivo?

O teste pré-natal não invasivo permite a triagem e detecção de possíveis anomalias cromossômicas fetais durante a gravidez. É um exame minimamente invasivo para garantir que não haja nenhum tipo de anormalidade cromossômica, mas como interpretar os dados desse exame pré-natal?

Uma vez realizado o teste, os resultados são geralmente em 7-10 dias. É então que as conclusões podem ser tiradas com base nos dados obtidos. Tenha em mente que os resultados do teste são numéricos e o resultado será baseado em uma porcentagem:

    • Baixo risco ou negativo: quando o teste é negativo ou de baixo risco, significa que dificilmente há probabilidade de alterações cromossômicas.
    • Alto risco ou positivo: Se o teste for positivo, será necessário realizar outros testes diagnósticos para confirmar com certeza a alteração cromossômica.
    • Inconclusivo: em poucas ocasiões o teste pré-natal não invasivo é inconclusivo. Caso isso aconteça, é aconselhável repetir o teste algum tempo depois.

O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.