Como tratar o complexo de Édipo

Como tratar o complexo de Édipo

falamos de Complexo de Édipo quando a criança entre as idades de 3 e 7 sente uma verdadeira devoção por sua mãe e também uma certa rivalidade com o pai. O menino verbaliza que quer se casar com a mãe e até que a mãe pertence apenas a ele, demonstrando posse. Que os pequenos passem por essa fase é normal e o normal é deixar passar sem maiores consequências, mas uma série de medidas devem ser tomadas para que realmente supere isso.

Voce terá que considere esta fase como algo normal então você não precisa se preocupar muito, é muito importante que você não tire sarro disso e que nunca entre no jogo dele que você é dele. Você sempre tem que estabelecer limites muito claros antes de seu comportamento possessivo, mas sempre por amor e carinho. Você deve ter momentos íntimos com seu parceiro e seu filho deve respeitá-los e entendê-los como algo normal.

Como detectar o complexo de Édipo

Certamente todos nós conhecemos o típico "mamita" comumente experimentado por meninos e meninas. É um caso em que um dos dois sexos geralmente quer interagir mais do que o habitual com a mãe ou o pai. Geralmente o "complexo de Édipo" é uma fase muito mais aguda, onde neste caso a criança do sexo masculino cria certas atitudes que devemos tentar evitar.

Em quais casos devemos nos preocupar?

La “mastite” ou “papite” está presente, mas em muitas dessas formas costuma ser interpretado de maneira nobre. A preocupação é superada quando a admiração é exacerbada, tem um amor obsessivo pela mãe e compete com outros machos próximos, Geralmente com o pai. Não são bons dados, pois podem surgir sentimentos de ódio e hostilidade e considera seu pai como um rival.

Como tratar o complexo de Édipo

Da mesma forma pode acontecer quando a menina observa sua mãe na mesma melodia descrita. No caso das meninas, geralmente é chamado de “Complexo elétrico”. Em que momentos devemos nos preocupar?

  • Quando o pai ou a mãe têm que sair e as crianças choram incontrolavelmente.
  • Quando se mostrar atos de ciúme se observarem que os pais interagem entre si com sinais de afeto.
  • Ou quando qualquer um dos dois sexos, neste caso os filhos, não param de dizer que quando crescerem vão se casar com a mãe, porque "a mãe é minha".

Embora o complexo de Édipo Pode ocorrer de 3 a 7 anos. Serão cerca de 5 anos quando o pai deixará de ser uma ameaça e gradualmente começará a se tornar um exemplo para se identificar com o que o pai representa.

Mas se você vir que seu filho começa a ter um comportamento excessivamente amoroso para com a mãe e com rejeição para com o pai, você deve primeiro ter calma. Não se esqueça que é um processo natural de desenvolvimento e que se acontecer não haverá grandes consequências.

Quando começa e quanto tempo dura?

O menino ou a menina podem começar a manifestar esse complexo intensamente. entre 3 e 5 anos aproximadamente. Quando as crianças atingem a idade entre 6 a 7 anos começa a se resolver espontaneamente. A partir daqui eles já se sentem plenamente capacitados para abrir mão do lugar ocupado pelos pais. Mesmo que as crianças atinjam a puberdade, seus hormônios e impulsos sexuais começam a querer direcioná-las para seu ambiente social.

Como tratar o complexo de Édipo

Como se deve agir quando o complexo de Édipo é detectado?

Às vezes pode ser que a criança tenha birras e gritos constantes com o pai, que queira dominar a mãe e seja muito ciumento, que tenha pesadelos, etc. Nestes casos será necessário trate o complexo de Édipo com calma e da seguinte forma:

  • Paciência é o que deve reinar nessas situações, Isso nos ajudará a superar tudo de uma maneira melhor, mas limitando certos comportamentos.
  • Quando a criança age assim não precisa ridicularizar. Nem você deve dar importância ao que ele faz, mesmo que seja divertido ou engraçado, você não deve rir de suas ações.
  • Nunca provoque situações em que a criança possa aumentar seu ciúme, mas devem ser orientados a respeitar a área íntima dos pais, como o quarto.
  • Quando a criança fala em "casar com a mãe" você tem que explicar que os filhos não se casam com a mãe, além disso, sua mãe já é casada com seu pai. Qualquer comunicação deve ser dada de forma descontraída, com total carinho, é preciso ajudá-lo e não zombar dele.
  • Incentive momentos de lazer com o pai como uma fonte de diversão para deixar de vê-lo como um inimigo.
  • Você nunca terá que zombar, criticar ou julgar o comportamento de seu filho.
  • Evite comportamentos competitivos em relação à mãe, pois isso só agravaria o problema. Se momentos de intimidade são necessários, você deve ensiná-lo que ele deve aceitar e respeitar isso.
  • Se o casal tiver alguma crise existencial, onde pode terminar em separação, é importante fazer a criança ver que nada do que acontece é culpa dela. Os problemas estão relacionados aos pais e a criança nunca pode ser responsabilizada como rival.

Como tratar o complexo de Édipo

O complexo de Édipo ou Electra tem suas consequências. É algo natural que costuma acontecer nessa faixa etária e que se manifesta com uma mudança de atitude e comportamento que não costuma trazer muitas consequências.

Em muitos desses casos, o complexo de Édipo resolve naturalmente e geralmente é temporário. Se algumas dessas dicas não forem valorizadas e não forem aplicadas, poderá causar repercussões no futuro na atitude e desenvolvimento psicossexual infantil. Os relacionamentos futuros que você pode ter podem envolver sérios problemas na gestão de um relacionamento saudável.

Nesses casos, também pode haver irmãos do mesmo sexo que podem se comportar da mesma maneira e enfrentar certas hostilidades entre eles. Não obstante, as indicações aplicam-se a ambas as crianças. Você verá que com essas instruções e com o tempo, seu filho sentirá o mesmo amor por ambos os pais novamente.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.